E-mails que enganam

Apesar do título, esse post não é para falar sobre nossos queridos SPAMS, mas outra tipo de e-mail enganoso.

Pela internet circulam vários e-mails com teorias matemáticas malucas feitas para enganar o leitor. Aí, você tá lá lendo a parada com aquele tanto de cálculo simples e pensa: “Caramba! É verdade… por que nunca notei isso!”

Meu caro amigo, você nunca notou tal coisa simplesmente porque é mentira. As contas estão erradas. Vou dar o exemplo de um que tenho recebido nos últimos dias com a teoria de que “O 13º SALÁRIO NUNCA EXISTIU”. Segue abaixo resumido:

Ora bem, cá está um exemplo aritmético simples que não exige altos conhecimentos de Matemática, mas talvez necessite de conhecimentos médios de desmontagem de retórica enganosa.

O 13º salário não existe.

O 13º salário é uma das mais escandalosas de todas as mentiras dos donos do poder, quer se intitulem “capitalistas” ou “socialistas”, e é justamente aquela que os trabalhadores mais acreditam.
Eis aqui uma modesta demonstração aritmética de como foi fácil enganar os trabalhadores.

Suponhamos que você ganha R$ 700,00 por mês. Multiplicando-se esse salário por 12 meses, você recebe um total de R$ 8.400,00 por um ano de doze meses.
R$ 700 X 12 = R$ 8.400,00
Em Dezembro, o generoso governo manda então pagar-lhe o conhecido 13º salário.

R$ 8.400,00 (Salário anual) + R$ 700,00 (13º salário) = R$ 9.100 (Salário anual mais o 13º salário)

O trabalhador vai para casa todo feliz com o “governo dos trabalhadores” que mandou o patrão pagar o 13º.

Agora veja bem o que acontece quando o trabalhador se predispõe a fazer uma simples contas que aprendeu no Ensino Fundamental:

Se o trabalhador recebe R$ 700,00 mês e o mês tem quatro semanas, significa que ganha por semana R$ 175,00.
R$ 700,00 (Salário mensal) / 4 (semanas do mês) = R$ 175,00 (Salário semanal)

O ano tem 52 semanas. Se multiplicarmos R$ 175,00 (Salário semanal) por 52 (número de semanas anuais) o resultado será R$ 9.100,00.
R$ 175,00 (Salário semanal) X 52 (número de semanas anuais) = R$ 9.100.00

O resultado acima é o mesmo valor do Salário anual mais o 13º salário

Surpresa, surpresa? Onde está, portanto, o 13º Salário?

A explicação é simples, embora os nossos conhecidos líderes nunca se tenham dado conta desse fato simples.

A resposta é que o governo, que faz as leis, lhe rouba uma parte do salário durante todo o ano, pela simples razão de que há meses com 30 dias, outros com 31 e também meses com quatro ou cinco semanas (ainda assim, apesar de cinco semanas o governo só manda o patrão pagar quatro semanas) o salário é o mesmo tenha o mês 30 ou 31 dias, quatro ou cinco semanas.

No final do ano o generoso governo presenteia o trabalhador com um 13º salário, cujo dinheiro saiu do próprio bolso do trabalhador.  Daí que, como palavra final para os trabalhadores inteligentes: não existe nenhum 13º salário. O governo apenas devolve e manda o patrão devolver o que sorrateiramente foi tirado do salário anual.

Conclusão: Os Trabalhadores recebem o que já trabalharam e não um adicional.

Vou ignorar a discussão sobre o fato de que recebemos um salário mensal, independente da quantidade de dias que trabalhamos, seja mais porque o mês tem 31 dias ou menos porque fevereiro tem 28 dias e carnaval remunerado. Isto não vem ao caso, pois quero lhe falar apenas da matemática totalmente errada utilizada no texto.

Se recebemos salário correspondente a 30 dias, não podemos dividir o salário por 4 semanas pois um mês não tem 4 semanas. O mês tem aproximadamente 4,3 semanas (30 dias no mês /7 dias na semana =4,2857 semas por mês)

Assim, R$ 700,00 / 4,3 semanas = 162,79 reais por semana.
Na verdade, recebemos um salário de R$ 162,79 por semana e não R$ 175,00  como dito no texto.

Continuando a conta, já que o ano realmente tem 52 semanas: R$ 162,79 x 52 semanas = R$ 8.465,12 reais por ano.
Ou seja, o salário anual é praticamente o mesmo que R$ 700,00  x 12 meses = R$ 8.400,00. A diferença é que alguns meses tem 31 dias e os números foram arredondados.

Por que a conta do e-mail então apresenta outro número?

Existe uma regra clara na matemática que todos nós aprendemos no ensino fundamental: não podemos somar laranjas com bananas! Não podemos usar uma forma de calcular para explicar outra. É como medir a velocidade em km/h e calcular quantas milhas andamos em 1h sem converter km para milhas. Se recebemos o salário por mês não podemos dizer que esse salário corresponde a 4 semanas já que um mês tem mais de 4 semanas.

Em qualquer ciência, existe a chamada relação de causa e efeito (casualidade). O texto usa o efeito para explicar a causa. Na biologia, seria como dizer que, se um ser vivo amarelo se reproduziu e deu origem a um ser vivo vermelho, os filhos desse ser vermelho serão amarelos!

Ainda tem dúvida? Para provar, faça a conta inversa: se o texto diz que o ano tem 52 semanas, divida 52 por 12 meses e veja quantas semanas temos em 1 mês. A conta não dá 4!

Essa “mágica” é comum em vários e-mails deste tipo que apresentam contas para enganar o leitor.

Anúncios

2 Responses to E-mails que enganam

  1. BragaMatta disse:

    Orgulho do papai! Rá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: