Just trust

abril 23, 2010

Sabe aqueles momentos em que você se sente frustrado e desiludido?

Como quando seu melhor amigo lhe faz uma sacanagem, ou você pega seu namorado com sua melhor amiga;

Ou descobriu que seu melhor funcionário te roubava;

Seu marido assume que é gay depois de 16 anos de casamento;

Ou sua mulher esconde de você que a amiga na verdade é amante;

Passou a madrugada inteira trabalhando em um projeto e seu chefe levou os créditos;

Como quando pagou um flanelinha adiantado e quando voltou seu carro não tinha mais som;

Comprou aquele iPhone xing ling que não funcionava e não encontrou mais o japonês da banca pra trocar;

Ou quando foi pegar a salada de alface e tomate e encontrou um palmito;

Tudo isso é muito chato. Você se sente desamparado e perdido. Não sabe qual caminho tomar. Tudo se torna muito difícil! Continue lendo »


VEJA bem

abril 11, 2010

Não assino a revista VEJA. E nunca irei assinar.

Foi só quando passei na casa da minha avó, que é assinante veterana da revista, que, em meio a tantas edições antigas, vi a capa abaixo de 31 de março de 2010.

Este é o principal motivo de VEJA não fazer parte de minhas leituras. É uma revista canalha!

“Agora, Isabella pode descansar em paz” para mim não passa de um sensacionalismo barato. Sim, alguns podem achar que a justiça foi feita e que Alexandre Nardoni e Ana Carolina Jatobá realmente mereciam a sentença que receberam. Mas não é isso que coloco em questão. Não questiono o caso e sim, como a revista o coloca.

Não bastaria apenas fazer uma chamada? O letreiro “CONDENADOS!”, na minha opinião, já estaria de bom tamanho. Mas não. A VEJA, como sempre, vai além da notícia e do simples informe jornalístico. Não basta a imparcialidade, querem expressar a opinião pública. Ou melhor, querem forçar uma opinião pública. E o que é pior, da maneira mais cruel e apelativa possível!

Isabella Nardoni já estava descansando em paz por 2 anos… quando foi subitamente acordada por uma mídia sensacionalista e oportunista.

.


Atendimento SKY (parte 2)

abril 4, 2010

Fiquei de atualizar o post anterior, mas achei que ficaria muito grande. Para quem não sabe da história, veja primeiro o post Uma “eficiência” de atendimento da SKY.

Depois de uma confusão de informações, consegui agendar uma visita técnica sem custo. Alguns dias após agendar minha visita técnica da SKY recebi um e-mail dizendo que o atendimento previsto foi cancelado por inconsistência de dados no meu cadastro. No e-mail constava que tentaram fazer contato por telefone e não obtiveram sucesso.

No início, não acreditei. Primeiro porque meu atendimento estava agendado apenas para o dia 03/04 e no e-mail mencionava que estava agendado para 12/03. E, segundo, porque cancelaram um atendimento muitos dias antes do previsto. Mas, quando conferi o número da Ordem de Serviço – OS do e-mail era a mesma que tinham me passado. O que fazer então? Entrei novamente em contato com o atendimento da SKY. Continue lendo »


%d blogueiros gostam disto: